Endividamento

Endividamento

A Companhia registrou no 3T17 uma dívida bruta[1] de R$ 4.710,2 milhões, um total 6,2% menor em relação ao 3T16 que apresentou R$ 5.021,5 milhões. As disponibilidades somavam R$ 1.065,7 milhões no 3T17 vs. R$ 1.335,4 do mesmo período do ano anterior.

Dessa forma, a dívida líquida da Companhia totalizou R$ 3.644,5 milhões no 3T17, uma redução de R$ 41,6 milhões em relação ao valor de R$ 3.686,1 do 3T16. Essa redução deve-se principalmente à:

(i) amortizações de debêntures, CCB, FINEM, FINEP e Leasing, contemplando principal e juros no valor de R$ 1.388,7 milhões, com destaque no 3T17 para amortização do principal do CCB no valor de R$ 120,0 milhões mais juros e de R$ 35,6 milhões referentes a 19ª debenture mais juros.


(ii) redução do saldo do fundo de pensão em R$ 58,1 milhões; parcialmente compensado pela:

(iii) emissões de R$ 1.135,6 milhões, no período, incluindo debêntures, notas promissórias, CCB e FINEM, com destaque para a 21ª debenture emitida no 3T17, no valor de R$ 271,0 milhões, para refinanciamento do passivo da Companhia e reforço do capital de giro; e

(iv) redução de R$ 269,7 milhões no saldo de caixa.

Dívida - R$ milhões 3T17 3T16 Var (%)
Empréstimos, Financiamentos e Debêntures 3.445,3 3.698,5 -6,8%
Fundo de Pensão 1.264,9 1.323,0 -4,4%
(-) Disponibilidades¹ 1.065,7 7.335,4 -20,2%
Dívida Líquida 3.644,5 3.686,1 -1,1%
EBITDA ( LTM ) 1.025,3 917,4 11,8%
Despesa com FCESP ( LTM ) 392,3 336,2 16,7%
EBITDA Ajustado (LTM) 1.417,7 1.253,7 13,1%
Despesas financeiras sobre empréstimos² 534,0 524,7 1,8%
Dívida Líquida²/EBITDA Ajustado 2,57 2,94 12,6%
EBITDA Ajustado/Despesa financeira² 2,65 2,39 11,1%
(1) Caixa + Títulos e Valores Mobiliários
(2) Despesa financeira para fins de covenants não consideram reserva de reversão e taxas/fees de debêntures

Custo e Prazo Médio da Dívida

 

 

No 3T17 a dívida da Eletropaulo atrelada ao CDI[1] foi de R$ 3.029,6 milhões com um custo médio de CDI + 2,09 % a.a., maior do que o registrado no 3T16 de CDI + 1,85 % a.a. sob a dívida de R$ 3.254,6 milhões em função, principalmente, das novas emissões e pagamentos de dívidas ocorridas no período, conforme descritas acima.

[1] O saldo da dívida atrelada aos demais índices[1] no 3T17, principalmente IGP-DI + 5,9% a.a. é de R$ 1.603,5 milhões vs R$ 1.688,9 milhões ao custo médio de IGP-DI + 5,5% a.a. registrado no 3T16.

A dívida atrelada aos demais índices compreende ao somatório do FINEM, FINEP e fundo de pensão (excluindo corredor).

O prazo médio da dívida no 3T17 é de 4,2 anos, patamar inferior ao prazo de 4,5 anos do 3T16, também explicado pelas novas emissões e pagamentos de dívidas ocorridas neste período.

Abaixo, segregação da dívida bruta da Companhia por indexador e o cronograma de amortização:

Abaixo, o cronograma de amortização da Companhia:

Dívida Bruta por indexador

Cronograma de amortização da dívida – R$ milhões

 

Escala de rating da Companhia

 

 

7 Prazo médio considera principal e Custo Médio considera principal e juros.
8 Dívida atrelada ao CDI compreende ao somatório de principal e encargos das debêntures, nota promissória e cédulas de crédito bancário (CCB).
9 A dívida atrelada aos demais índices compreende ao somatório do FINEM, FINEP e fundo de pensão (excluindo corredor).
10 Fluxo composto por amortização de principal, juros acumulados e saldo de diferidos.

 

Emissões Recentes

 

Em 28 de agosto de 2017, a Companhia concluiu a 21ª emissão de debêntures simples no montante total de R$ 271,0 milhões. O prazo de vencimento é de 5 anos contados da data de emissão com o pagamento de juros remuneratórios equivalentes a CDI + 2,95% a.a. Os recursos líquidos foram destinados ao reperfilamento do passivo da Companhia e reforço de capital de giro.

 

Covenants

Para efeito de cálculo dos covenants da Companhia, considera-se o saldo devedor com o fundo de pensão de R$ 1.264,9 milhões no 3T17 (excluindo o efeito do corredor contábil no montante de R$ 2.468,0 milhões).

Considerando o EBITDA previsto nos covenants[1] dos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2017, a Eletropaulo apresentou indicadores Dívida Líquida/EBITDA Ajustado de 2,57x, e EBITDA Ajustado/Despesa Financeira de 2,65x.

 

[1] O Ebitda ajustado corresponde ao somatório dos últimos doze meses do resultado operacional conforme demonstrativo contábil consolidado na linha “Resultado Operacional” (excluindo as receitas e despesas financeiras), todos os montantes de depreciação e amortização e todos os montantes relativos com entidade de Previdência Privada classificado na conta de “custo de operação”.

Os covenants da dívida são:

(i) Dívida Líquida/EBITDA Ajustado não pode ser superior a 3,5x e

(ii) EBITDA Ajustado/Despesa Financeira não pode ser inferior a 1,75x.

Desta forma, no 3T17, a Companhia estava dentro dos limites estabelecidos nos contratos de dívida.

 
11 O Ebitda ajustado corresponde ao somatório dos últimos doze meses do resultado operacional conforme demonstrativo contábil consolidado na linha “Resultado Operacional” (excluindo as receitas e despesas financeiras), todos os montantes de depreciação e amortização e todos os montantes relativos com entidade de Previdência Privada classificado na conta de “custo de operação”.
 

Escrituração e aditamentos de Debêntures

 

Índice Sustentabilidade Empresarial 2017 ELPL3 Novo Mercado

Copyright 2015 Eletropaulo - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB